Teste seu nível de autoestima

Teste seu nível de autoestima


Qua, 14/10/2009 – 12h29 – Bem-estar

Cercados
pela rotina, muitas vezes nos esquecemos de observar o que realmente
queremos, e nos importamos mais com a opinião dos outros. Deixamos que
os outros tenham o controle sobre as nossas emoções.

Mas, conforme vamos crescendo, é importante saber como
estamos nos sentindo realmente e esquecer o que os outros acham. Esse
teste é uma forma de reflexão sobre a sua autoestima.
Lembre-se que para o resultado ser assertivo, é importante você ser
sincero consigo mesmo. Por isso, pense antes de responder a cada
pergunta.

1. Com freqüência recebe críticas negativas de
pessoas importantes para você (pai, mãe, irmãos, tios, amigos, esposa,
marido? Ou já recebeu na infância e/ou adolescência?
a) Sempre
b) Freqüentemente
c) Às vezes
d) Muito raramente

2. No trabalho você se considera perfeccionista?
a) Sempre
b) Freqüentemente
c) Às vezes
d) Muito raramente

3. Você percebe que por vezes busca a aprovação e/ou reconhecimento de alguém (pai, esposa, marido, chefe)?
a) Sempre
b) Freqüentemente
c) Às vezes
d) Muito raramente

4. Está sempre tentando agradar, cedendo em tudo?
a) Sempre
b) Freqüentemente
c) Às vezes
d) Muito raramente

5. Para você é difícil dizer "não", colocar limites?
a) Sempre
b) Freqüentemente
c) Às vezes
d) Muito raramente

6. Tem dúvidas do que é capaz de fazer, conquistar?
a) Sempre
b) Freqüentemente
c) Às vezes
d) Muito raramente

7. É difícil fazer algo que gosta só para você?
a) Sempre
b) Freqüentemente
c) Às vezes
d) Muito raramente

8. Para você, a opinião que os outros fazem a seu respeito é importante?
a) Sempre
b) Freqüentemente
c) Às vezes
d) Muito raramente

9. Mantém a relação, mesmo que seja destrutiva?
a) Sempre
b) Freqüentemente
c) Às vezes
d) Muito raramente

10. É difícil para você receber elogios?
a) Sempre
b) Freqüentemente
c) Às vezes
d) Muito raramente

11. É dependente de alguém, seja financeiramente ou emocionalmente?
a) Sempre
b) Freqüentemente
c) Às vezes
d) Muito raramente

12. Em situações de perda sente dificuldades em lidar com a situação?
a) Sempre
b) Freqüentemente
c) Às vezes
d) Muito raramente

Calcule o número de pontos correspondentes às respostas:

Sempre – 3
Freqüentemente – 2
Às vezes – 1
Muito raramente – 0

RESULTADOS:

De 25 a 36: sua autoestima está negativa.
Você
está dependendo muito da aprovação de outras pessoas, querendo sempre
agradar, cedendo em quase tudo o que faz, esperando amor de onde nem
sempre vêm, se envolvendo em relações destrutivas, buscando
reconhecimento e se esquecendo de você. Quando perde algo ou alguém se
sente perdido. Depende de alguém para pagar suas contas ou para dizer o
que fazer. Quando está só, sente-se triste e abandonado, como se o
mundo estivesse contra você. Tudo isso acontece porque não acredita em
você mesmo e não está respeitando seus sentimentos e limites. Sente-se
sempre incapaz e sem valor. É preciso fazer algo por você urgente.
Comece agora mesmo!

De 13 a 24: sua autoestima está deficiente.
Você
pode estar tentando, mas está difícil acreditar em si mesmo. Já se
esqueceu do quanto é capaz? Lembre-se do quanto já conquistou e procure
valorizar mais suas conquistas, celebre suas vitórias. Reconheça seu
valor pessoal e aprenda com as experiências do passado. Dependa menos
de alguém para dizer qual o caminho a seguir. Identifique as situações
que não gosta em sua vida e reaja, faça algo para mudar.Você pode, mas
tem que começar a acreditar mais em você!

De 0 a 12: sua autoestima está positiva.
Você
está seguro de suas qualidades e sabe do que é capaz. As críticas e
frustrações não te derrubam facilmente. Você consegue aprender com o
passado e ir em frente. Procura manter relacionamentos saudáveis,
baseados na troca. Sabe se doar sem se abandonar. Os momentos de
solidão são oportunidades para um encontro consigo mesmo. Respeita seus
sentimentos e intuições. Conseguiu se libertar de todo tipo de
dependência, aprovações e reconhecimentos. Acredite em você! Continue
assim.

Anúncios

Sobre reanjinha211

Psicóloga clínica em São Paulo. Especialista em psicossomática psicanalítica.
Esse post foi publicado em Saúde e bem-estar. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s