Associação da psicanálise faz 100 anos…

Associação da psicanálise faz 100 anos

A International
Psychoanalytical Association (IPA), fundada por Freud, comemora hoje
seu centenário. Especialistas comentam a data

Priscilla Borges, iG Brasília | 27/03/2010 08:00

Foto: Reprodução

Sigmund Freud, o pai da psicanálise

A
subjetividade do homem do século XXI está em crise. Para os
psicanalistas, especialistas na alma humana, a sociedade rápida,
tecnológica, sem limites territoriais e que construiu uma ciência capaz
de retardar o envelhecimento sofre com a solidão e o vazio. O
desequilíbrio entre a relação entre o corpo e a mente das pessoas
aflige uma sociedade carente de compreensão de si mesma.

Por tudo isso, as ideias de Freud continuam extremamente atuais. A
associação criada para difundir a psicanálise pelo mundo – The
International Psychoanalytical Association
(IPA) – completa hoje 100 anos, sem chances de envelhecer. “Com tanta
tecnologia a serviço da comunicação entre nós, parece que nossa solidão
cresce mais. A psicanálise ganha espaço, porque se torna um instrumento
para lidar com essa subjetividade”, opina o presidente da Federação
Brasileira de Psicanálise, Leonardo Francischelli.

Hoje, serão realizados inúmeros eventos em todo o mundo para
celebrar e divulgar a psicanálise, como seminários, debates,
lançamentos de livros. A data foi escolhida pela IPA por cair em um fim
de semana. A associação foi lançada, na verdade, no dia 30 de março de
1910. Hoje, ela está espalhada por 33 países e possui 12 mil
profissionais associados. Até na China e na Coréia, países outrora
fechados às ideias da psicanálise, possuem associações locais.

Com a psicanálise, o austríaco Sigmund Freud (1856-1939) propôs a
existência da inconsciência humana. Como psiquiatra, estava
insatisfeito com os resultados obtidos para “curar” os conhecidos como
“histéricos” naquela época. Pessoas que possuíam distúrbios físicos sem
causa aparente ou os doentes mentais passavam por hipnoses para buscar
mudar a realidade. Freud sugeriu buscar explicações em áreas não
exploradas. Decidiu ouvir os pacientes para tentar entendê-los.

A psicanálise nasceu, então, com ideias inovadoras. A consciência
seria apenas um fragmento da vida psíquica. A alma humana ganhou
diferentes “eus” a partir daí. Freud também mostrou a existência da
sexualidade desde o nascimento (aqui não entendida como prazer sexual,
mas como prazer nas experiências da vida) e defendeu, acima de tudo, o
pensamento crítico e independente, a liberdade de expressão.

Evolução constante

“A psicanálise contribui, portanto, para o debate de todos esses temas
candentes do momento”, afirma Cláudio Eizirik, integrante da Sociedade
de Psicanálise de Porto Alegre, primeiro e único presidente brasileiro
da IPA até hoje. Ele esteve à frente da associação por quatro anos, de
2005 a 2009. Cláudio lembra que a IPA possui um comitê na Organização
das Nações Unidas (ONU), que organiza debates e sugere maneiras de
prevenção da violência, das guerras e do terrorismo. “Como diria Freud,
a voz da razão é baixa, mas não se cala e nunca desiste de ser ouvida”,
diz.
A sustentabilidade será o tema das comemorações do centenário da IPA no
Brasil. Para Plínio Montagna, presidente da Sociedade Brasileira de
Psicanálise de São Paulo, a ciência criada por Freud representa um
“ponto de vista” sobre a observação do que acontece no mundo.
Naturalmente, a sustentabilidade do indivíduo, da sociedade e do
planeta interessa à psicanálise.

“É uma poderosa arma de reflexão nesse sentido. É sinal do
engajamento da psicanálise e da IPA nos problemas relacionados à nossa
sobrevivência como espécie humana”, pondera Montagna. Ao longo dos
anos, as teorias psicanalíticas evoluíram com a contribuição de outros
pensadores para acompanhar as mudanças da sociedade. “O desafio da
psicanálise é estar na vanguarda da compreensão das subjetivações
contemporâneas, compreendendo-as, e não estar a reboque das mudanças”,
diz.

Anúncios

Sobre reanjinha211

Psicóloga clínica em São Paulo. Especialista em psicossomática psicanalítica.
Esse post foi publicado em Saúde e bem-estar. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s